terça-feira, 25 de julho de 2017

A SURPRESA DO DIA


A proposta de discutir segurança pública com as autoridades de órgãos ligados à atividade no evento Pauta Café, realizado pela Associação de Imprensa do Médio Vale do Itajaí (Assimvi), foi prá lá de boa. Os profissionais da imprensa puderam conhecer detalhes dos meandros das atividades de segurança, que geralmente escapam à cobertura diária de furtos, assaltos e prisões.

No bate papo que acontece durante o café que antecede a troca de ideias, um dado me deixou alarmado. Levantamento de um grupo que inclui o policial civil Antônio Neves dá conta de que em quatro meses deste ano 487 pessoas deram entrada no Hospital Santo Antônio por tentativa de suicídio; praticamente 4 por dia. Só naquele hospital. Rumores dão conta de que se somar Samu, passa de 10 tentativas ao dia. Isso só em Blumenau.


O que está acontecendo com os blumenauenses?  
Que insegurança invisível é esta que a sociedade não enxerga?




segunda-feira, 24 de julho de 2017

A BOA DO DIA


Os animais de estimação estão em alta, especialmente cães e gatos. E é exatamente um cachorro que colocará Blumenau em destaque no mundo inteiro. Brutus, o cão policial do 10º Batalhão de Polícia Militar, vai ser um dos personagens de um documentário que o Discovery Channel está produzindo e leva ao ar em janeiro/2018.


O programa será sobre perseguições policiais e Brutus foi lembrado por ter perseguido e encontrado dois assaltantes que se embrenharam na mata e ribeirão para fugir. Vistoso ao posar para a foto de divulgação da PM, Brutus agora vai ficar impossível depois da exposição e reconhecimento internacional...


sexta-feira, 21 de julho de 2017

A BOBAGEM DO DIA



Ontem passei pelo posto Márcio, da rua São Paulo, e vi o litro da gasolina a R$ 2,79. Hoje, a R$ 3,69. Ou seja, noventa centavos a mais de um dia para o outro. E, claro, não aumentou só ali... Não. Não se trata de oscilação do preço do barril do petróleo, muito menos da concorrência entre postos de combustível. Trata-se de mais uma sacanagem do Governo Federal.

Como o governo Temer não conseguiu enxugar as despesas, abriu exceção pra uma dúzia de categorias de servidores públicos federais e prevê um grande rombo das contas públicas, resolveu fazer você, eu, todos nós pagarmos o pato. Dobrou o imposto (PIS, Cofins) sobre os coimbustíveis.

O que mais me impressiona no fato não é a cara de pau governamental, que é a mesma de tantos outros governos que já passaram por Brasília e que ao invés de cortar na carne, gastam muito, gastam mal e empurram a conta pra nós – o lado mais fraco, o contribuinte, o pagador de impostos mil. O que mais me deixa estupefato é que mesmo na corda bamba de uma possível (porém improvável cassação), Temer arrisca ficar de mal com a população.


Michel já tem a poderosa Rede Globo em seus calcanhares, a oposição que o chama de “golpista” pegando no seu pé, aliados que só permanecem aliados à custa de muita “subvenção”... tudo que não precisa é ter a população contra si. Mas se existe algo que deixa o cidadão bravo, é quando a conta (indevida) cai no seu bolso. Temer arrisca. Em qualquer outro país, com o caldeirão fervendo, a população iria às ruas pra botar mais lenha no fogo. Ou ele é doido, ou sua assessoria quer derrubá-lo. Se cair, não tem mais nem a economia para tentar ajeitar.


quinta-feira, 20 de julho de 2017

A "BOA" DO DIA

Foto: Raúl Martinez/EFE

O primeiro dia de venda legalizada de maconha para uso recreativo no vizinho Uruguai foi um “sucesso”. As quatro farmácias da capital Montevidéu cadastradas amanheceram com filas e tiveram o estoque esgotado. Pelo visto, tem muita gente querendo “recrear” por lá.


O governo organizou a maconha (não a “roconha pra todo mundo dançar”) a ser comercializada em duas variedades: Alfa e Beta. Mas pelo visto podia ter o alfabeto grego todo que ia pro pilão.  É bom a uruguaiada pegar leve. Não tem previsão de reposição do estoque. 


quarta-feira, 19 de julho de 2017

A CERTEZA DO DIA

 

Decepção com a Gol Linhas Aéreas não é novidade. Não respeitam seus clientes nem no balcão, nem no trato. Cliente para eles é mais um número, postura de empresa que tem pouco concorrente mas um dia conseguirá falir. Tanto que mudaram até de nome, coisa que mais lembra empresa enrolada despistando. Por falar em “despiste”, avião fora da pista também não é novidade. A bagaceira é tão grande que são trolados nas redes... http://desciclopedia.org/wiki/Gol_Linhas_A%C3%A9reas.


Porém observar que a Justiça (nem sempre justa, às vezes só legal, por vezes nem isso) descarta até o importante item do Código de Defesa do Consumidor de inversão do ônus da prova, decepciona o consumidor nas poucas instâncias em que o brasileiro ainda pode ter alguma esperança. Também lá parece vingar a lei do mais forte, em detrimento de quem paga a conta, é prejudicado pela empresa e se vê acuado com o resultado do desdém.